Equipe

Secretário: Tiago Henrique Wandscheer
Diretor Geral: Dr. César Prevedello Coelho
Diretor Geral de Agroindústria: Claudio Mortari
Diretor Geral de Gestão Agropecuária: Rodrigo Martins de Almeida
Assessor/Coordenador de Assuntos Gerais: Alex Francisco Gomes

 

Contato

Telefone: 41 3627-8574
Email: desenvolvimento.frg@gmail.com
Email 2: desenvolvimento@fazendariogrande.pr.gov.br
Endereço: Rua Jacarandá, 82 – Nações
Horário de Atendimento: Segunda a Sexta das 08h00 às 12h00 – 13h00 às 17h00

 

Junta Comercial

Responsável: João Solano
Telefone: 98412-8111
Email: juntacomercialfrg@gmail.com

 

Competência

Compete à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico o planejamento operacional e a execução das políticas municipais relativas a cada uma dessas atividades econômicas cabendo-lhe especificamente estimular e apoiar iniciativas voltadas para o desenvolvimento da indústria, do comércio, do turismo e dos serviços, notadamente aqueles relacionados à captação de investimentos para implantação ou ampliação de empreendimentos; apoiar a criação e o desenvolvimento de micro, pequenas e médias empresas; coordenar a integração do Poder Executivo Municipal com a classe empresarial; executar políticas públicas voltadas ao setor agropecuário, pesqueiro e de abastecimento; desenvolver pesquisas e avaliações da produção e do mercado agropecuário; fiscalizar a produção agrícola e vegetal, garantindo a qualidade sanitária dos produtos e a sustentabilidade ambiental do processo de produção; coordenar e executar programas de melhoria da qualidade de vida das populações rurais e do manejo adequado dos recursos naturais; por meio da Diretoria de Agroindústria, qualificar homens, mulheres e jovens da agricultura familiar, bem como pequenos agricultores rurais; valorizar os produtos agropecuários proporcionando a geração de emprego, renda e qualidade de vida no meio rural, agregando valor à arte de transformar produtos agrícolas “in natura” em produtos comestíveis; prestar assistência e qualificar as agroindústrias existentes; ampliar o serviço, oferecendo apoio para empresas diferenciadas de todos os portes, abrindo mercado para o produto fazendense; e a execução de outras atividades correlatas determinadas ou exigidas pela gestão pública. (Redação dada pela Lei Complementar nº 60/2013)