Seminário debateu a Habitação Popular e Regularização Fundiária em Fazenda Rio Grande

Com uma grande participação de técnicos e autoridades dos municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), a Prefeitura de Fazenda Rio Grande promoveu, por meio da Secretaria de Habitação, o primeiro Seminário de Habitação Popular e Regularização Fundiária. O evento foi realizado no CEEP Erotides Ângelo Nichele, no Dia Nacional da Habitação.

O encontro foi inédito e debateu questões relativas à regularização fundiárias e as políticas públicas que podem ser aplicadas.

O secretário de Habitação, Luciano Oliveira, o seminário possibilitou a criação de uma rede de apoio entre os municípios da RMC. “Além disso, pudemos tirar dúvidas, nos alinharmos com outros municípios, pois Fazenda não está sozinha e esse intercâmbio é muito importante”, avaliou.

O presidente da Comissão Nacional de Regularização Fundiária, Enrico Mádia, destacou os processos decorrentes da Reurb (conjunto de medidas jurídicas, urbanísticas, ambientais e sociais destinadas à incorporação dos núcleos urbanos informais ao ordenamento territorial urbano e à titulação de seus ocupantes) e as melhores formas de tratar o assunto em seus diversos aspectos.

A programação contou com as palestras da arquiteta e urbanista da Amep, Alessandra Lucca, a superintendente de Regularização Fundiária da Cohapar, Giovana Fernandes; a assistente social da Cohab, Rosemeire Morezzi; a diretora de Relações Comunitárias Cohab, arquiteta Melissa Cunha e o presidente da Comissão Nacional de Regularização Fundiária, Enrico Mádia.

Também participaram o representante da Caixa Econômica Federal, Gerson Machado, o deputado federal Toninho Wandscheer, o secretário executivo da Secretaria das Cidades, Orlando Bonete, além dos secretários municipais, vereadores e técnicos dos municípios da RMC. O prefeito Marco Marcondes abriu o evento, que contou com apresentações da Banda Escola Municipal, regida pelo maestro Evaldo Ribeiro.