Dia D de Campanha contra a Gripe mobiliza a população para a vacinação

Neste sábado, 13, foi realizado o Dia D da Campanha de Vacinação contra a gripe, seguindo a orientação e o Cronograma Nacional de Imunização. Em toda Fazenda Rio Grande, 1.641 doses foram aplicadas no público alvo, a partir do trabalho de 141 profissionais da saúde que atuaram nos processos de vacinação. 

WhatsApp Image 2024-04-13 at 14.52.52 (1)

A movimentação foi intensa nas salas de vacinação do município e no departamento de Vigilância em Saúde, responsável pela Rede de Frio Municipal. Toda a logística foi pensada para que pessoas do público alvo pudessem se vacinar fora do horário comercial.

WhatsApp Image 2024-04-13 at 14.52.52 (2)

O Dia D foi organizado e preparado com a distribuição das vacinas para todas as salas de vacinação do município. A vacina protege contra a Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. O objetivo da campanha é evitar o aumento de casos e óbitos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por esta classe de vírus, tendo em vista que ele é mais incidente nas doenças desta época do ano.

WhatsApp Image 2024-04-13 at 15.20.29 (1)

A Campanha Nacional de Vacinação segue até dia 31 de maio e quem não pode comparecer no Dia D, ainda pode tomar a dose da vacina na sua UBS de referência. Confira se você e seus familiares fazem parte deste público alvo:

 

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;
  • Crianças indígenas de 6 meses a menores de 9 anos;
  • Trabalhadores da Saúde;
  • Gestantes;
  • Puérperas;
  • Professores dos ensinos básico e superior;
  • Povos indígenas;
  • Idosos com 60 anos ou mais;
  • Pessoas em situação de rua;
  • Profissionais das forças de segurança e de salvamento;
  • Profissionais das Forças Armadas;
  • Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independentemente da idade);
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Caminhoneiros;
  • Trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso);
  • Trabalhadores portuários;
  • Funcionários do sistema de privação de liberdade;
  • População privada de liberdade, além de adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas (entre 12 e 21 anos).

 

**Crianças que vão receber o imunizante pela primeira vez deverão tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias.